Pneus desgastados: como identificar a hora de realizar a troca?

6 minutos para ler

O automóvel pode ser considerado como um dos principais meios de transporte tanto em vias urbanas quanto nas rodoviárias. Isso se deve aos grandes benefícios gerados aos condutores, como maior conforto e segurança para realizar deslocamentos de curta e longa distância. Por conta disso, certamente, você possui ou deseja algum dia ter um veículo. Dessa forma, é importante ressaltar que, além de se preocupar em adquirir o modelo de automóvel mais ideal para os seus objetivos, é necessário atentar aos cuidados que se deve ter.

Acerca desse quesito, muitas pessoas acabam negligenciando ou não observando os conhecimentos básicos de manutenção do carro e acabam enfrentando problemas, como o custo alto com reparações e o comprometimento da segurança devido ao desgaste de peças. A esse respeito, os pneus podem ser apontados como exemplos de componentes do carro que, ao perderem a eficiência de uso, podem gerar acidentes no trânsito.

Por conta disso, o proprietário deve saber como identificar pneus desgastados. Caso você não tenha noção sobre esse tema, preparamos este artigo dispondo sobre as principais informações. Confira!

Quais os sinais que identificam o momento de trocar os pneus?

Veja, agora, os principais pontos que demonstram que chegou o momento de substituir os pneus!

Validade da vida útil

O primeiro sinal que podemos mostrar que ajuda o condutor a identificar quando é a hora de efetuar a troca dos pneus é a validade da vida útil. Nesse sentido, é comum encontrarmos uma média de 5 anos de validade, em termos de qualidade estrutural do componente dentro desse período. Entretanto, é preciso salientar que esse número pode sofrer alterações de acordo com o fabricante e com o modo de uso do carro.

Por exemplo: automóveis que são empregados em estradas mais vigorosas e acidentadas tendem a sofrer um maior desgaste dos pneus. Já quando é utilizado o veículo com menor frequência e em vias com boas condições de rodagem, é possível estimar um valor mais longo de vida útil do pneu.

Pneu desgastado e careca

Como já destacado no tópico anterior, o estado de conservação dos pneus é diretamente influenciado pelo modo e pela condição de uso do carro. Dessa forma, mesmo que o fabricante apresente um valor base de uso, você deve observar o desgaste da banda de rodagem, verificando se ele não está “careca”. Hábitos de condução podem fazer com que a superfície desse componente desgaste de forma prematura, por exemplo, quando é comum realizar arrancadas e freadas bruscas e utilizar o veículo com excesso de carga.

Para fazer a avaliação do desgaste, é possível utilizar como indicador o TWI (Tread Wear Indicator). Essa ferramenta, que também é conhecida como barra de desgaste, é formada por ressaltos de borracha tendo 1,6 mm de altura localizados nos sulcos do pneu. Dessa forma, quando a banda de rodagem estiver nivelada com o TWI, será necessário efetuar a troca.

Aparecimento de bolhas

Você também deve ficar atento a possíveis deformidades decorrentes do uso do veículo, como é o caso das bolhas e dos inchaços. Esses problemas podem ser originados por conta de buracos no asfalto, do excesso de calor e do modo de condução do motorista. Por isso, muitas vezes, podem aparecer sem que o proprietário do carro note a irregularidade no componente, o que é extremamente perigoso, já que pode causar a ruptura de alguma parte do pneu e até mesmo gerar acidentes no trânsito.

Como acertar na escolha do pneu?

Agora que você já conhece alguns dos pontos que identificam a hora de substituir os pneus do carro, é importante saber como acertar na escolha desse item. Para isso, confira algumas dicas práticas!

Considere o tipo do veículo

Primeiramente, é necessário saber qual a categoria em que o seu veículo está quanto ao modelo de pneu. Normalmente, essa peça traz, na lateral, junto às medidas da dimensão do pneu, o código que identifica seu tipo. Dessa forma, podemos encontrar várias opções e escolher a que mais se aproxima do seu objetivo. Dentre as classificações de pneus, é possível encontrar as letras:

  • “P”, que é indicado para veículos de passeio;
  • “LT”, que é recomendado para caminhões leves e alguns modelos de SUVs;
  • “ST”, que é destinado para reboques e motor-homes;
  • “C”, que é empregado em caminhões, vans e pick-ups de maior porte.

Atente ao índice de carga e de velocidade

Além da classificação mencionada no tópico anterior, você também deve atentar a outros parâmetros, como é o caso do índice de carga e de velocidade. Isso porque essas métricas ajudam a encontrar o produto que será mais adequado à sua realidade. No caso do índice de carga, sua finalidade é classificar qual a capacidade máxima de carga suportada pelo pneu seguindo os padrões de segurança.

Para isso, há uma tabela que demonstra todos os valores possíveis, por exemplo, o número “71” se refere à capacidade de 355 kg/pneu e o número “91” corresponde a 615 kg/pneu. Já o outro parâmetro é um código de letras alfabéticas que demonstra a velocidade máxima a que um determinado pneu deve rodar. Como exemplo, a letra L identifica uma velocidade máxima de 120 km/h, e a letra Y, o valor de 300 km/h. Tendo o entendimento dessa informação, você será capaz de saber qual o produto que melhor o atenderá.

Defina a banda de rodagem

Por fim, você deve atentar ao terreno e aos fatores externos aos quais o seu carro é frequentemente submetido. Isso porque o desenho dos sulcos e a conformação da banda de rodagem são desenvolvidos para atender a situações específicas de uso. Desse modo, haverá pneus com estrutura preparada para terrenos com água na pista e para estradas acidentadas e com deformidades, além de modelos desenvolvidos para atender à demanda urbana. Tendo isso em mente, você certamente encontrará o modelo ideal para a sua situação.

Portanto, essas foram as principais informações sobre como identificar a hora de trocar pneus desgastados. Vale destacar também a importância de adquirir pneus em lojas especializadas, como é o caso da Euroex, que trabalha com produtos de excelente qualidade e tem a sua loja online, permitindo que você encontre seu produto a alguns “cliques”.

Gostou do artigo e deseja conhecer mais sobre os nossos itens? Então, acesse nossa loja online agora mesmo!

Posts relacionados

Deixe um comentário