Entenda como escolher pneu de qualidade

7 minutos para ler

Parte essencial de ser um proprietário de automóvel é entender as condições necessárias para que tudo esteja em dia. Afinal de contas, ter um carro é algo que exige responsabilidade e planejamento — e é justamente por isso que ensinaremos você a como escolher pneu ideal para o seu veículo!

O nosso objetivo é demonstrar a importância desse componente para a segurança e para o conforto dos seus trajetos, explicando como as etapas de pesquisa, seleção e compra são fundamentais para a sua proteção no longo prazo. E aí, ficou interessado no tema? Então, vamos ao conteúdo!

Por que não se deve escolher um pneu de qualquer forma?

Basicamente, porque os pneus são determinantes para a preservação da sua vida no trânsito! E, aqui, vale notar que isso não é um exagero, pois as especificações dos pneus realmente impactam o comportamento dinâmico do seu carro, expondo você ao perigo ou à tranquilidade — a depender da sua escolha no momento da compra.

Além disso, os pneus são os únicos componentes que exercem contato direto com o solo. Por essa razão, é fundamental que sejam capazes de lidar com os trajetos pelos quais você passa, assim como pelas situações de estresse no deslocamento do veículo, tal como peso, velocidade e temperatura.

É em meio a tantos detalhes que muitos consumidores decidem ignorar o tema, escolhendo qualquer conjunto, como se os pneus fossem elementos aleatórios no mercado, como se todos cumprissem a mesma função. Como essa não é a realidade, é importante evitar esse tipo de prática e, de fato, aprender a escolher o pneu ideal para o seu carro.

Assim, você não apenas garante a sua segurança, mas também a da sua família e de todos os demais ocupantes do seu carro — além dos outros motoristas com quem você divide as estradas.

Como escolher pneu da maneira certa?

Em um todo, existem algumas dicas básicas para que você ajuste a sua decisão. Como perceberá abaixo, todas elas consideram algum aspecto da sua experiência com os pneus. Dê uma olhada!

Considere a banda de rodagem adequada

Caso não saiba, a banda de rodagem é a superfície do pneu que entra em contato com o solo. Por conta disso, é interessante escolher pneus que tenham bandas compatíveis ao tipo de trajeto que você pretende realizar.

Sendo assim, é interessante prestar atenção no desenho dessa superfície, que é caracterizado pelos sulcos, que são marcações profundas na própria borracha. A principal tarefa desses sulcos é o escoamento da água. Por isso, pneus com desenhos simétricos, idênticos nos dois lados da banda, são boas escolhas para veículos de passeio, que fazem trajetos urbanos.

Já os desenhos assimétricos apresentam sulcos irregulares, o que melhora o escoamento, a dirigibilidade e a desaceleração em pistas molhadas, sendo opções interessantes para quem mora em regiões predominantemente chuvosas ou com pouco asfalto.

Por último, há os pneus off-road. O grande diferencial desses modelos é que eles também apresentam protuberâncias de borracha na banda, além de sulcos ainda mais profundos. Com isso, o pneu consegue exercer maior tração sobre o solo, sendo perfeito para os trajetos fora da estrada.

Entenda as especificações e veja a compatibilidade

Além de ser adequado para os seus trajetos, é fundamental que os pneus sejam compatíveis com o próprio carro. Para isso, é interessante entender as marcações exibidas nas laterais dos pneus. Por exemplo, vamos utilizar como referência um pneu 220/50 R 17 90 V. Veja o que isso significa:

  • 220 é a largura do pneu em mm, portanto, 220 mm;
  • 50 é a relação da largura do pneu em função de sua altura, nesse caso, 50%;
  • R indica o modelo de construção do pneu, aqui, Radial;
  • 17 é o diâmetro em polegadas da Roda, 17”;
  • 90 é o índice de carga suportada por esse pneu, 90 equivale a 600 kg;
  • V é o índice de velocidade suportada, V equivale a 240 km/h.

Então, seguindo essas especificações, o pneu 220/50 R 17 90 V é um modelo que seria razoavelmente compatível a um sedan de bom desempenho, pois, em conjunto, é compatível a 2.400 kg de carga (600 kg x 4), suportando até 240 km/h de velocidade final.

Ainda nesse exemplo, vale destacar os componentes com a inscrição ZR no lugar do R. Tecnicamente, um pneu ZR é também um pneu Radial, mas fabricado exclusivamente aos veículos de alta performance, pois é compatível com os seguintes índices de velocidade: V, W e Y, que suportam velocidades de 240, 270 e 300 km/h, respectivamente.

Considere o conforto

Tratando-se de pneus, é comum que a prioridade por uma especificação acabe comprometendo outra. Por exemplo, se você está em busca de um rodar mais macio, que anestesie as irregularidades do solo, então, é interessante investir em pneus com um perfil mais alto, geralmente para rodas de menor polegada.

Por outro lado, se você está em busca de um visual mais esportivo com uma dirigibilidade mais arisca, então, prefira os de perfil baixo, normalmente vinculados às rodas de maior polegada. No entanto, você precisará lidar com uma maior sensibilidade no trajeto, já que a menor espessura do pneu transmitirá as irregularidades para a cabine.

Veja o índice Treadwear

Já aqui, temos uma medida que acompanha a etiquetagem do produto. Essa métrica vai de 60 até 700, sendo um indicativo direto da maciez ou rigidez da borracha que compõe o pneu em questão. Quanto maior o índice, mais dura a borracha e, portanto, mais durável. Quanto menor o índice, mais macio e facilmente desgastável, mas também mais aderente.

Olhe a categoria recomendada para o produto

Essa é uma identificação em letra que aponta a recomendação da fabricante para que tipo de veículo deve utilizar determinado pneu. Essa informação pode estar tanto marcada no próprio componente quanto em sua etiqueta. As categorias são:

  • P — veículos de passeio, como hatches, sedans, SUVs compactos e monovolumes;
  • LT — caminhões leves e SUVs pesados;
  • ST — motorhomes, reboques e afins;
  • C — caminhões, vans, caminhonetes e qualquer outro veículo de grande porte.

Quais as melhores marcas do mercado?

Já em um segundo momento, é importante considerar a qualidade da fabricante em questão. Em nossa experiência, identificamos três marcas pontuais em entregar qualidade, desempenho e economia:

  • Hankook — sul-coreana com mais de sete décadas de atuação, experiente no desenvolvimento de pneus premium para todos os veículos do mercado, de passeio, comerciais ou para o automobilismo;
  • Lauffen — marca recente que herda a excelência técnica da Hankook, lançada em 2016, para combinar o custo-benefício do segmento convencional à excelência técnica do setor premium;
  • Nexxen — outra sul-coreana com mais de 70 anos de mercado, com produtos focados em entregar boa durabilidade a um sólido custo-benefício.

Qual a importância do estabelecimento nessa compra?

Por fim e mais importante, o local da aquisição. Embora não pareça, esse é um dos fatores mais cruciais na compra de pneus, pois é a certificação de um bom estabelecimento que lhe confere a segurança necessária para fazer um bom negócio.

Em nossa visão, o bom estabelecimento combina reputação, garantias e confiabilidade, tanto para atrair quanto para fidelizar os seus clientes. Esses detalhes podem ser descobertos em uma pesquisa rápida do estabelecimento na internet, visualizando a experiência prévia de outros consumidores e assegurando-se de que você está fazendo negócio com as pessoas certas.

É por isso que aproveitamos o momento para nos apresentar como a solução para o seu dilema. Com mais de 10 anos de trabalho, agregamos tempo, experiência e referência frente ao nosso mercado, satisfazendo os clientes com os melhores componentes, preços e serviços.

Então, se você está interessado em como escolher pneu da forma certa, aceite o nosso convite. Entre em contato com a nossa equipe e cote as melhores soluções para o seu automóvel!

Posts relacionados

Deixe um comentário